Mude Seu Idioma / Change Your Language / Cambia Su Lengua

sábado, 24 de outubro de 2009

Qual a Maneira Correta de se Estudar Dança do Ventre? (Parte III)

É BUSCAR APRESENTAÇÕES E EVENTOS?

Bem amigos da Rede Blog HR, isso já é uma questão mais social do necessariamente complexa como eu iria inicialmente colocar aqui.

Cada caso tem sua nuance própria. Vejamos as situações mais comuns:

  1. Quando a menina começa nessa vida de arte Raks al Sharki bem cedinho, tipo início de adolescência, em geral ela acha tudo lindo e quer curtir esse momento, porque afinal de contas, independente da idade estamos falando de mulheres, que gostam de ter sua auto-estima elevada, independente da idade. A mãe (e é aí é que mora o perigo), reflete na filha tudo aquilo que não tem coragem de colocar em si mesma. Vê a inclinação natural da filha pra arte e começa a inscrever a menina em tudo q é concurso e evento possível e imáginável. (P.S.: Antes que me trucidem e me arrastem na medina, não estou aqui querendo dizer que TODAS AS MÃES DE ADOLESCENTES NA DANÇA DO VENTRE VAÇAM ISSO. Apenas estou citando uma situação extrema, que quer queiramos ou não, existe e é FATO). Particularmente e didaticamente, não considero isso um bom começo, mas as referidas mães fazem uma projeção de futuro dessas meninas como ULTRA-MEGA-STARS... E mais uma vez a didática em segundo (às vezes terceiro) plano.

  2. No caso de eventos simples, geralmente da escola de dança, tem as equilibradas (devotas de N.Sra.da Bicicletinha) e as que querem a todo custo aparecer, ficando bem na frente do restante do grupo. No caso das adolescentes do ítem acima, as mães cobram isso das pobres professoras, deixando-as a beira de um ataque de nervos. O stress "pré-apresentação" e o "estado de graça pós-apresentação" são capitulos a parte. Conversaremos sobre isso mais adiante, em post próprio. Ademais, é um frenesi que só G-ZUIZZZ pra segurar! Tudo isso é fato também, mas nenhum livro ensina. Sou adepta ao bom senso e equilibrio em tudo (é pessoas! sou devota de N.Sra. da Bicicletinha também...)



  3. Agora, assunto polêmico: Os bons e velhos SELOS PADRÃO DE QUALIDADE. São também outro ítem bastante buscado. Coloquei ele na categoria eventos e apresentações porque são objeto de desejo de 9 entre 10 meninas que buscam esse tipo de título. PESSOAS: dançar bem, correto e bonito é necessário e fundamental! Mas o que não podemos esquecer é que BAILARINA não é só um corpo se mexendo ao som de uma música! Ela tem que ser uma cabeça pensante e apta a responder a outras cabeças pensantes que se interessem pela arte. E o que são os selos padrão além de fábricas de clones? Esperem que lá na frente vamos voltar a esse assunto...

  4. Eventos com oficinas são quase que obrigatórios. Fico doente quando participo de um evento e não participo de um determinado workshop. Mas uma coisa é certa: muitas vezes um workshop tem uma proposta simplesmente fantástica, mas é ministrado de forma surreal. Caramba, é um sentimento de vazio, uma coisa tão sem noção, que você se pergunta "o que que eu tô fazendo aqui?". Fora a raiva de ter gastado uma grana num work q num valeu a pena... Agora, tem aqueles works que você num dá nada por ele. Tá fazendo só pra completar o pacote. E no final das contas foi simplesmente maravilhoso! Daqueles que você não anotou nada e vai guardar as informações pra vida toda.

Enfim pessoas, apresentações são deliciosas, eventos... tem uns que são a maior perda de tempo e $$$ da vida, mas tem outros que são inesquecíveis, mas DIFICILMENTE ELES TEM UMA PROPOSTA DIDÁTICA! Nem projeção na arte a maioria deles não dá... Sou capaz até de arriscar o comentário de que, é mais uma questão de sorte do que de realmente se projetar. Cada um tem sua meta e seu propósito...

Um comentário:

nanda salima disse...

O bom e velho padrão de qualidade....
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
è cada um tem a sua visão,o que é mais importante pra si,os objetivos a serem alcançados.Isso é de cada um!
A minha opinião,e inteiramente minha,que se alguem me provar oo contrario,posso mudar sim!!!É a seguinte:
Pra mim,iso é meio de ganhar dinheiro,é puro merchand,e não tem de fatos reais,utilidade nenhuma,a não ser de conferir um "status",a quem tem esses selos.Mesmo pq eu sei de bailarinas que possuem selos,padrão , e sei mais o que,e não dançam nada(sem desmerecer ninguem!!!).Então pra mim é tudo comercio.E pra analisar mais ainda,esse comercio só existe por aqui.E pq?,pq tem quem pague.Isso é errado?Claro que não...as pessoas são livres para fazerem o que quiserem,pra vender o selo,e pra quem quer ter.Só que pra mim,eu não faço...não gasto meu dinheiro com isso.Mesmo pq pra mim,ARTE NÃO TEM COMO SE PADRONIZAR,SE SELAR.Alguem aki jah viu um selo Vangog?...pois é neh!